top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

VEJA: Edna apresenta "prints" que comprovam que exoneração não foi por razão de gravidez

A materialidade dos prints demonstram uma relação afetuosa e respeitosa entre Edna e Laura, e desmentem a tese de que a vereadora teria demitido sua ex-chefe de gabinete por razão de sua gravidez. Edna apresentou aos vereadores da Comissão de Ética e Decoro um dossiê com as conversas com Laura Abreu durante o período de dezembro 2022 à março de 2023. Na conversa é possível observar o teor do diálogo, inclusive a vereadora se oferece para custear os exames requeridos pelo RH da Câmara Municipal para o recebimento dos seus direitos trabalhistas.

Na conversa, datada de 6/2/23, a vereadora Edna responde, em mensagem, desejando felicidades a sua ex-chefe de gabinete.


Na mesma conversa, com prints, a vereadora Edna e sua ex-chefe de gabinete Laura Abreu conversam sobre a polêmica forjada por alguns veículos midiáticos acerca de sua exoneração. Laura demonstra estar incomodada com a tratativa que veio a ser dada por parte da imprensa, dizendo:



''Eu só espero que tudo isso acabe logo, Eu não me sinto bem tendo meu nome e todas essas informações expostas. Mas também quero que vc saiba que essa notícia não veio de mim, eu não procurei jornalista para falar nada.'' disse Laura.


A vereadora responde "Sim, eu sei. Além de representar um risco pra vc."



Vale ressaltar que o momento em que essas conversas ocorreram, em 2023, são posteriores aos ataques feitos por setores da mídia acerca da exoneração da ex-chefe de gabinete, ou seja, demonstram que não houve e que não há nenhum tipo de atrito ou desavença entre as duas mulheres.


Em outra conversa, também datada de fevereiro de 2023, a vereadora Edna Sampaio responde a Laura acerca do sexo de seu filho, e convida a sua companheira de partido e ex-chefe de gabinete para continuar na política, e não desanimar diante de ataques e da visceralidade de alguns adversários.



Assim, fica nítido nas conversas expostas, que não houve nenhuma intencionalidade de exoneração da Laura por justificativa de sua gravidez. Ao contrário do que alguns se prestam a dizer, a vereadora Edna Sampaio diz a verdade quando afirma que o motivo da exoneração da Laura Abreu se deu única e exclusivamente por decorrência de sua atuação profissional dentro do gabinete. É possível observar diante das conversas apresentadas pela vereadora Edna Sampaio, que houve de ambas as partes, tanto da vereadora quanto da Laura, um consenso quanto a sua exoneração, haja vista que durante e após o processo as duas mantiveram contato, e ainda, houve contrapartida por parte da vereadora em ajudar a Laura nas tratativas com o RH.

Vale ressaltar: já ciente da sua exoneração, a companheira de partido e ex-integrante de seu gabinete, participou de evento de confraternização de fim de ano, realizado pela vereadora para integrantes de seu mandato e gabinete, demonstrando nitidamente a boa relação entre as partes.

Neusa Baptista, Edna Sampaio e Laura Abreu

Em outro momento da conversa, datado de 28/02/23, Edna acredita ter sido alvo de uma represália partindo do prefeito, Emanuel Pinheiro, desmentido pelo tempo, ao ter sido na verdade, alvo de mentiras e difamações publicadas principalmente pelo "jornalista" Romilson Dourado, do RDnews, que desde então, vem financiando uma campanha de ódio e de difamação contra a vereadora Edna Sampaio (PT). Vale ressaltar: Romilson Dourado fugiu das oitivas, com receio de produzir provas contra si mesmo, frente ao processo que enfrenta movido pela vereadora Edna Sampaio.

Veja na íntegra os prints apresentado pela vereadora Edna Sampaio à Comissão de Ética da Câmara Municipal.



Confira a íntegra do material:

COMISSÃO DE ÉTICAO - Prints Laura
.pdf
Fazer download de PDF • 29.71MB

Comments


bottom of page