PT denuncia campanha eleitoral antecipada de Bolsonaro em MT e MS


O Partido dos Trabalhadores ingressou nesta quinta-feira (6) com representação contra Jair Bolsonaro por campanha eleitoral antecipada e abuso de poder econômico, pela instalação de outdoors espalhados nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.


O PT pede que o Ministério Público Eleitoral investigue também a notícia de que pecuaristas gravaram e circularam vídeos fazendo clara campanha antecipada em prol de Jair Bolsonaro durante evento promovido pelo setor rural do Estado do Mato Grosso na segunda-feira (3).


Na representação endereçada ao procurador-geral eleitoral, Augusto Aras, o partido pede que seja determinada a imediata retirada da propaganda irregular e aplicação de multa aos responsáveis e ao beneficiário; e que seja apurado o potencial abuso de poder econômico em favor do atual presidente.


A existência de outdoors em apoio a Bolsonaro foi divulgada nessa quarta-feira (5) pelo jornalista Rubens Valente, colunista do UOL. "Em três viagens de carro pelo Centro-Oeste nos últimos seis meses, em cerca de 6 mil km ao todo, a coluna encontrou anúncios do gênero em pelo menos 12 municípios de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Todos apresentam nome e fotografia de Bolsonaro, e alguns têm slogans como 'fechadoscomBolsonaro'. Eles mencionam sindicatos e produtores rurais como apoiadores do presidente", afirma Valente.


Leia a matéria com representação do PT na íntegra


Fonte: Site 247


Vereadora Edna também denunciou
Em agosto do ano passado, a vereadora Edna Sampaio (PT-MT) acionou o Ministério Público Federal requerendo investigação por crime eleitoral denunciando o outdoor com a imagem de Bolsonaro instalado na Avenida da FEB, em Várzea Grande (MT).
O processo também pede inclusão deste caso no procedimento preparatório já aberto pelo vice-procurador-geral eleitoral Renato Brill de Góes para investigar o direcionamento de recursos públicos para a confecção de outdoors com a figura do presidente, encontrados em várias partes do Estado.