top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Pré-candidatura compartilhada "3Pretas" é inédita em Cuiabá




Em uma aposta ousada e inédita na capital mato-grossense, a vereadora Edna Sampaio (PT), cassada ilegalmente pela Câmara Municipal pela segunda vez, lançou a candidatura compartilhada "3 Pretas".


O projeto, que visa ampliar a representatividade democrática e a ocupação de espaços políticos, conta com a liderança LGBTQIA+ Daiely Cristina e a jornalista e escritora Neusa Baptista Pinto, formando um trio de mulheres negras com trajetórias diversas e complementares.


A candidatura compartilhada não é uma novidade no cenário político brasileiro, mas ganha destaque especial em Cuiabá. Mandatos coletivos têm sido uma forma eficaz de dar voz a grupos sub-representados, como mulheres, pessoas negras e LGBTQIA+. Edna, que já faz parte de um Mandato Coletivo com cerca de 40 co-vereadores, agora se une oficialmente a Daiely e Neusa para disputar a reeleição em uma chapa inovadora.


"A proposta de uma candidatura compartilhada é uma resposta à violência e aos desafios que enfrentei na política. Sofri dois processos de cassação, oito pedidos desde o primeiro ano de mandato, e tudo isso me fez refletir sobre a permanência na política," disse Edna.


"Foi o mandato coletivo que me deu força para continuar e, agora, fortalecer essa ideia trazendo a Day e a Neusa".


A Força da União Feminina e Negra


Para Neusa Baptista Pinto, a candidatura de três mulheres negras é carregada de simbolismo e força histórica. "Nós, mulheres negras, nunca estivemos fora da política. Fazemos política há muito tempo por necessidade e experiência. É importante mostrar que, além de unir forças, podemos conquistar espaços e propor mudanças significativas," afirmou Neusa.


Daiely Cristina destacou a importância do apoio familiar e comunitário em sua trajetória. "Minha mãe e minha avó ficaram felizes e preocupadas ao saberem da candidatura. Elas sabem dos desafios na Câmara Municipal, mas também veem em mim uma liderança desde jovem. Minha esposa também apoia e entende a necessidade de ter mulheres e mulheres lésbicas na política," disse Daiely.


Inspirando e Mobilizando Outras Mulheres


A candidatura "3 Pretas" não se limita a conquistar um espaço na Câmara Municipal. O trio visa inspirar e mobilizar outras mulheres a participar ativamente da política. "Queremos levar outras mulheres e pessoas a integrar essa discussão, perceber que a política é do cotidiano e que todos podemos contribuir. A mulher negra tem um papel muito específico de trazer a força das nossas mães e avós, que muitas vezes carregaram a família nas costas," explicou Neusa.


Edna, Daiely e Neusa já estão alinhadas quanto às frentes de atuação que cada uma assumirá, caso eleitas. "A Day, uma jovem com liderança e interesse político, será uma força jovem na política. Nós já conversamos sobre nossas frentes de atuação no próximo mandato, e estamos prontas para trabalhar juntas por uma ... por uma política onde caibamos, para realizar nossa luta com afeto, coragem e cooperação", afirmou Edna.


A campanha "3 Pretas" é uma chamada à ação para todas as mulheres cuiabanas e para a população em geral. "Não importa a sua ideologia política ou partido, é muito importante eleger mais mulheres. No nosso caso, somos uma candidatura de esquerda e lutamos pelas causas do povo trabalhador, negro, LGBTQIA+, e dos que mais precisam," concluiu Edna.


A candidatura compartilhada de Edna, Daiely e Neusa representa um passo significativo em direção a uma política mais inclusiva e representativa em Cuiabá. Com suas histórias de luta e superação, elas esperam inspirar uma nova geração de mulheres a ocupar e transformar espaços políticos.

Comments


bottom of page