NOTA DE SOLIDARIEDADE

A vereadora Edna Sampaio e o Mandato Coletivo pela Vida e por Direitos manifestam sua solidariedade ao companheiro militante Rodrigo Pilha, que se encontra preso desde 18 de março, no Centro de Detenção Provisória II, em Brasília, como punição por ter estendido uma faixa de protesto contra o presidente Jair Bolsonaro, na praça dos Três Poderes.



Manifestamos nossa indignação e revolta diante das torturas às quais Pilha tem sido submetido, sendo impedido de se manifestar e submetido a humilhações e privações, algo inadmissível, em um estado democrático.


Exigimos das autoridades medidas para garantir à população o direito básico ao protesto, diante da situação flagrante de caos que vivemos, a qual tem sido alimentada por um governo que não respeita a vida humana.


Queremos reparação pela violação aos Direitos Humanos e punição ao governo criminoso.

Queremos #PilhaLivre!

#LiberdadeParaRodrigoPilha #DitaduraNuncaMais #ForaBolsonaro