top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Eleições para reitoria da UFMT são tema de Tribuna Livre




A vereadora Edna Sampaio (PT) ressaltou a importância da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) durante Tribuna Livre com a candidata a reitora da UFMT, Marluce Silva, doutora em Política Social e diretora do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) e concorre à eleição juntamente com o professor Silvano Macedo Galvão, professor da Faculdade de Direito.


Eles compareceram a convite da vereadora, que chamará para a Tribuna também os demais candidatos, os professores Evandro Soares da Silva e Marcia Hueb; Marcus Silva da Cruz e Lisiane Pereira de Jesus; e Iramaia Jorge Cabral de Paulo e Alex Neves Junior. As eleições acontecem no dia 6 de março, das 8h às 22 h.


Marluce defendeu o fortalecimento das relações entre a universidade e a Câmara para o desenvolvimento de projetos de extensão e pesquisa que tenham relação com as demandas vindas dos vereadores.



Ela destacou, ainda, que, dos 23 mil estudantes matriculados na universidade, apenas 13 mil estão com matrículas atualizadas e não há informação sobre a situação do restante dos alunos que desistiram dos estudos. Lembrou também que muitos deles são trabalhadores e defendendo a criação de creches para atender às estudantes que são mães.


A candidata cobrou melhorias no transporte e na segurança dentro da universidade para atender, principalmente, os estudantes do período noturno.

A vereadora Edna enfatizou a importância da UFMT para a capital e elogiou a abertura que a instituição tem para estabelecer parcerias. Ela informou que está dialogando com o Departamento de Engenharia de Transportes para elaborar uma pesquisa sobre a satisfação dos usuários do transporte coletivo.


“Parabéns pela disposição da senhora e do senhor de se oferecerem e oferecer a sua história para se candidatarem à reitoria. Quero saudar a todos os professores das outras chapas. A universidade é um espaço rico, democrático e ficamos muito felizes em recebê-los aqui”, disse Edna Sampaio.

“É muito importante que a eleição aconteça com a mesma propriedade, com a mesma importância da que acontece dentro dessa Casa, quando nós escolhemos os vereadores como nossos representantes. A universidade carece imensamente de uma relação forte com os nossos representantes políticos, com nossos parlamentares e com as pessoas que têm um projeto de sociedade democrático, de inclusão social , e que respeite a democratização do conhecimento”, disse Marluce.


“A UFMT depende da sociedade para manter seus estudantes, seu público, e não há como pensar nela sem pensar nos municípios e em Mato Grosso como um todo. Essa interlocução com o parlamento e com a administração pública municipal é importantíssima para que as atividades da UFMT sejam desenvolvidas”, disse Silvano Macedo Galvão.

Σχόλια


bottom of page