top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Edna solicita a Emanuelzinho recursos para hanseníase, migrantes e moradia





A vereadora Edna Sampaio (PT) discutiu nesta segunda-feira (10) com o deputado federal e líder do governo, Emanuel Pinheiro, o "Emanuelzinho" (MDB), algumas demandas que envolvem a atuação do Mandato Coletivo pela Vida e por Direitos.


Acompanhada de co-vereadores do mandato, ela solicitou ao deputado que encaminhe recursos, via emenda parlamentar ou outras fontes, para atendimento aos pacientes de hanseníase, especialmente para a educação em saúde.



“Somos um estado onde a hanseníase é endêmica e, além da ausência de políticas mais efetivas, não temos informações sobre o impacto da doença sobre a população. Apresentei a ele a demanda de dialogar com as universidades para criar residências médicas e de enfermagem nesta área, pois ficou muito evidente a ausência destes profissionais, especialmente durante a pandemia”, disse ela.

A parlamentar também pediu apoio aos migrantes haitianos que lutam há anos para trazer para o estado seus familiares.


“É uma pauta na qual temos atuado e já estivemos duas vezes em Brasília para tratar deste tema. Agora, o deputado se comprometeu articular junto ao Ministério das Relações Exteriores as condições de viabilizar os vistos dos familiares para que possam entrar no Brasil”, disse.


Edna também solicitou ao deputado apoio à luta para efetivar a Política Municipal para Imigrantes na capital, a qual cria o Conselho Municipal de Políticas para Migrantes e o Centro de Atendimento a migrantes e pessoas LGBTQIA+.


Ela pediu a intervenção do parlamentar para possibilitar a aquisição de imóvel no centro histórico da capital para a instalação deste serviço e ele se comprometeu a intermediar o diálogo com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos.



Estiveram presentes representantes da Associação de Defesa dos Haitianos Imigrantes e Migrantes em Mato Grosso (ADHIMI-MT) e do Movimento de Reintegração dos Acometidos pela Hanseníase (Morhan).


A vereadora também esteve acompanhada de lideranças da Ocupação Brasil 21, localizada próximo ao bairro Jardim Imperial, onde famílias sobrevivem em condições precárias.

Edna pediu que o deputado apoie a manutenção das famílias no local e, segundo ela, o parlamentar se comprometeu a intermediar o diálogo com o Ministério das Cidades sobre o tema.


“Essa questão da ocupação deve ter um tratamento diferenciado em relação ao trâmite do programa Minha Casa, Minha Vida. As famílias já estão em uma área onde poderia ser mitigado o conflito com a participação da prefeitura, do próprio governo do estado e de autoridades competentes para ser feita a desapropriação e criada uma linha para o financiamento das casas que já existem. A ideia é dialogar com a prefeitura e o município para viabilizar a permanência dessas pessoas”, disse ela.

bottom of page