top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Edna propõe PL sobre uso de cannabis medicinal no SUS




A vereadora Edna Sampaio (PT) defendeu, durante a sessão ordinária desta terça-feira (28), a aprovação do projeto de lei de sua autoria que dispõe sobre o direito ao uso da cannabis medicinal nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) da capital.




O projeto teve os pareceres aprovados e seguiria para a primeira votação nesta terça-feira, porém o vereador Sargento Vidal (MDB) pediu vistas do documento. A parlamentar destacou que há pelo menos 15 problemas de saúde para os quais o uso da cannabis medicinal tem efeito comprovado.


Ela lembrou que, em maio do ano passado, realizou uma audiência pública para debater o tema, com a presença de uma das principais autoridades da atualidade, o médico neurocientista Sidarta Ribeiro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

A parlamentar destacou que, na ocasião, ouviu muitos relatos de familiares de pacientes que estão lutando para garantir o tratamento aos filhos, dos quais recebeu, por meio da Associação de Pacientes de Apoio Medicinal e Pesquisa em Cannabis de Mato Grosso (Aspampas), a demanda pela regulamentação do uso da substância na rede pública de saúde e pela democratização do acesso da população vulnerável ao tratamento. E que, para muitos, a cannabis representa a chance real de melhoria na qualidade de vida.


“Apresentamos e defendemos esse projeto de lei, a pedido dessa entidade séria, que reúne pessoas que entendem a importância da cannabis medicinal, um remédio que não está disponível nos centros de saúde e é muito caro para ser adquirido. Uma pessoa que não tem recursos não tem acesso a esse tipo de medicamento. É um remédio natural, que não tem efeitos colaterais e resolve problemas seríssimos. Por isso, vamos continuar lutando por essa pauta”, enfatizou.



Atualmente, as pesquisas sobre o uso da cannabis são centradas nos componentes THC(tetrahidrocanabinol) , conhecido por sua função psicoativa, e CBD (canabidiol). Este último é usado para o tratamento de doenças como a esquizofrenia, a paralisia cerebral, a dor crônica, a encefalopatia, a fibromialgia, o Mal de Parkinson, a depressão e a ansiedade, entre outras.

コメント


bottom of page