top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Edna participa de encontro “Vidas negras importam”





A vereadora Edna Sampaio (PT) participou nesta quinta-feira (30) do 3º Encontro Municipal Vidas Negras Importam, que reuniu mais de 400 pessoas, promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência.



Ela falou das leis de iniciativa de seu mandato que foram aprovadas na Câmara, as quais beneficiam as pessoas negras, tais como a lei lei 6.723/21, que criou o “Dia de Tereza de Benguela e da mulher negra cuiabana”, dia 25 de julho.


Ela também citou o Estatuto Municipal de Promoção e Igualdade Racial, de sua autoria, que foi sancionado no final do ano passado.


"É uma estratégia de promoção de diretrizes para políticas públicas para a população negra no âmbito municipal. Muito importante que sirva de referência para todas as secretarias do governo”, disse.


Edna também falou sobre a lei de enfrentamento à pobreza menstrual, de sua autoria (6.712/2021), destacando que a medida atinge mulheres negras, as mais excluídas.



Ela citou os indígenas da etnia Warao, da Venezuela, e os migrantes haitianos, com os quais o mandato tem dialogado para a resolução de problemas relacionados à migração e à pobreza.


E falou sobre outra lei, de autoria do executivo, que criou a política municipal para imigrantes, fruto da interlocução com a sociedade e os movimentos sociais.




“Sou filha de indígenas, de pessoas negras e também tenho ascendência de pessoas não negras. Sou uma mulher negra e me orgulho muito disso. Sendo a primeira mulher negra na Câmara, a responsabilidade é enorme de poder representar a maioria dessa população que foi interditada de participar destes espaços pelas estruturas de poder”, disse ela.


bottom of page