Edna participa de ato “Fora Bolsonaro”


Durante ato público pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro, neste sábado (2), no centro de Cuiabá, a vereadora Edna Sampaio (PT) salientou a corrupção existente na relação entre o governo Bolsonaro e o Congresso para impedir o impeachment.


Mas destacou que os crimes cometidos por Bolsonaro não ficarão sem punição, pois haverá pressão popular. “Estaremos aqui na resistência com a nossa luta. Com a nossa força, damos os passos para o futuro, na esperança de que estes dias passarão, de que encontraremos a liberdade, que a democracia triunfará”, disse ela.


A vereadora citou a situação de miséria vivida pelo mato-grossense, dando como exemplo o escândalo da “fila do ossinho”, que comoveu o país.




“O Estado que produz bilionários a cada ano, massacra seu povo, deixa o povo passando fome”, disse ela.

“Estado racista, que deixa o povo trabalhador, negro e negra, desempregado, nas ruas, em situação de vulnerabilidade”.


Ela também citou os ataques racistas que tem sofrido. “Eu sabia que em algum momento, ia acontecer porque, lamentavelmente, nesse estado, os racistas estão por toda parte, mas não passarão, porque nós não recuaremos”, disse.


Manifestantes forem às ruas em todos os estados do país, em atos organizados pelos movimentos sociais (sindical ,estudantil, de mulheres, negro, LGBT, migrantes e outros), pedindo a saída do presidente golpista.