top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Edna aciona MP para anular taxa de esgoto

Por: Neusa Baptista Pinto

Da Assessoria


Cobrança contraria STJ, é ilegal e abusiva


A vereadora Edna Sampaio (PT), de Cuiabá, ingressou nesta sexta (28) com representação junto ao Ministério Público Estadual (MPE) para que determine à concessionária Águas Cuiabá a anulação da cobrança da tarifa de esgoto por estimativa, no percentual de 90% do consumo de água, apontando-a como "abusiva e ilegal".




Ela pede também a anulação da Resolução Normativa nº 05/2012, da Agência Municipal de Água e Esgotamento Sanitário de Cuiabá (AMAES), que autoriza a cobrança sobre o volume de água faturado e fixa o percentual de 80%, a qual vem sendo descumprida pela Águas Cuiabá.


A cobrança tem sido feita em 90%, sobre o volume de água consumido, e sem qualquer justificativa para a inobservância do percentual fixado pela normativa da AMAES, também considerado abusivo pela vereadora.


Ela lembra que a Águas Cuiabá já foi notificada pelo PROCON-MT devido a esta cobrança, a qual fere a lei, pois contraria entendimento do Superior Tribunal de Justiça de que "[...] é ilegal a apuração de tarifa de água e esgoto com base apenas em estimativa de consumo, por não corresponder ao serviço efetivamente prestado, e, ainda, ensejar enriquecimento ilícito por parte da concessionária", conforme diz o documento.



Além da ilegalidade, ela aponta o prejuízo ao consumidor. "A abusividade [...] se dá pelo fato de que o termo ‘tarifa’ estar ligado à contraprestação por um serviço efetivamente prestado, deste modo, não há de se falar em cobrança em locais que sequer são atendidos pela rede de esgoto [...]", diz a representação.



"A ilegalidade na referida cobrança se dá na medida em que [...] a tarifa de esgoto é calculada por estimativa, sobre 90% do consumo de água, ou seja, não é feita com base no custo da prestação desse serviço, mas sim com base no custo do serviço de água", completa.



Confira documento em anexo

Posts recentes

Ver tudo

Eleição Conselho Tutelar: Saiba onde votar

Para a escolha de 05 (cinco) membros titulares e de 05 (cinco) membros suplentes do 1o CONSELHO TUTELAR, haverá os seguintes locais de votação: 1.1. LOCAL 01: EMEB PROFESSORA TEREZA LOBO 1.1.1. Votarã

bottom of page