top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Vereadora Edna Sampaio lança candidatura




A vereadora Edna Sampaio (PT) realiza nesta quarta-feira (17), às 19h , no bairro da Manga, em Várzea Grande, o lançamento de sua candidatura a deputada estadual.


Em Cuiabá, o lançamento aconteceu nesta terça (16), na praça da Mandioca e contou com a presença de militantes e apoiadores, do deputado federal e candidato ao Senado, Neri Geller, e da deputada federal candidata à reeleição, Professora Rosa Neide.


Durante sua fala, ela destacou sua trajetória de luta em defesa dos direitos dos trabalhadores, e as dificuldades enfrentadas pelas mulheres para ocupar os espaços de poder.


“A minha presença nesse espaço só tem sentido na constituição de um sujeito político de uma mulher feminista preta que atravessou o seu destino, furou a bolha e conseguiu se colocar nesse lugar.[...] Acredito que podemos mudar o mundo e a única coisa que pode fazer mudar a realidade é o poder, mas o poder foi sequestrado por algumas pessoas e a ele foi dado o significado ruim como algo que pode ser apropriado individualmente”, disse ela.


Reunião de campanha em Várzea Grande

“Mas o poder não é isso, o poder é vocês atenderem o chamado de uma candidata a deputada estadual e você poder trazer a sua mãe, orgulhosa de prestigiar a candidatura de uma deputada estadual de uma pessoa igualzinha a ela mas que ela nunca viu nesse lugar”.


Em Várzea Grande, a atividade contou com a presença da deputada federal e candidata à reeleição, Professora Rosa Neide.


“Para mim, as eleições são apenas um ponto de uma relação que precisa ser discutida que é a relação de poder no Brasil, que produz desigualdade, morte, sofrimento, pobreza, ignorância, disputa e não produz solidariedade, compreensão, humanidade.


“Nós temos uma tarefa: nos encher de humanidade, de amor pelos outros e trazer as flores. As flores simbolizam o que queremos para nós. Não queremos guerra, queremos paz, uma sociedade justa onde o povo preto as pessoas LGBT e as mulheres tenham o direito de dignidade de ocupar o poder sem ser vilipendiadas”, comentou a vereadora.



A vereadora salientou que, para ela, fazer política é o exercício da mais profunda humanidade, de se colocar no lugar do outro e salientou o quanto é difícil, como mulher, ocupar espaços de poder. “Não podemos esperar que as mulheres para ocupar o poder tem que ser heroínas, pois nós não queremos ser heroínas, queremos ter o direito à nossa fragilidade também. Queremos ter o direito à solidariedade dos outros em relação aos nossos corpos, nossa vivência e nossa história”, disse ela.


“Conheço Edna Sampaio há mais de 20 anos na militância, defendendo sempre as causas das minorias e dos menos favorecidos”, disse Amarildo Borges, auditor fiscal do trabalho e co-vereador do mandato.



“A mulher negra no poder pode transformar a estrutura de uma sociedade. Estamos aqui para apoiar Edna e a professora Rosa Neide e dizer que Lula será presidente. Não podemos nos esquecer, pois temos poucas mulheres na política e isso é importante e estamos levando o nome das guerreiras para os quilombos em Mato Grosso e vamos fazer o possível e o impossível para virar votos”, disse a coordenadora estadual do Movimento Negro Unificado (MNU), Isabel Farias.


Comments


bottom of page