Vereadora participa de ato pela universidade pública

Atualizado: 10 de jun.





A vereadora Edna Sampaio (PT) criticou, durante a sessão desta quinta-feira (9), os cortes feitos pelo governo federal nas verbas para a educação e a falta de investimento local na pasta. Ela participa, nesta quinta, do ato nacional organizado pela União Nacional dos Estudantes (UNE) em defesa das universidades públicas.


Em Cuiabá, o ato será na Praça Alencastro, no Centro, a partir das 14 horas.


A parlamentar destacou o interesse local da pauta, até porque a maioria dos alunos atendidos pela Universidade Federal de Mato Grosso é da capital.


“É um absurdo os ataques que o governo Bolsonaro tem feito à educação. Estive na UFMT, que está completamente sucateada, pois o governo já retirou, nos últimos anos, mais de 25% dos orçamentos nas universidades e só esse ano já cortou mais de R$ 14 bilhões do orçamento da educação”, disse.



Ela destacou ainda que a maioria dos alunos da instituição compõem uma população que já sofre com a alta dos preços e com a ausência de serviços públicos em todas as áreas e que a falta de acesso à universidade impede a mobilidade social da classe trabalhadora.


Em nível municipal, ela apontou a ocupação de cargos por indicados políticos e a ausência de concursos públicos como raízes do mau funcionamento do serviço.


" Precisamos melhorar a gestão, profissionalizar, fazer concurso público, organizar as unidades de comando da pauta de saúde, do contrário, realmente será só canhão político. A administração pública servirá exclusivamente aos interesses dos grupos políticos que estão ocupando este espaço”.


E destacou a contradição da oposição bolsonarista. “Não adianta ser oposição ao prefeito e fazer ‘vistas grossas’ e apoiar o governo Bolsonaro, que destrói os serviços públicos completamente, principalmente o fator principal de mobilidade social, que é a universidade”.


Por: Neusa Baptista Pinto

Assessoria de Comunicação