PT lança petição por representação criminal contra Paccola

Atualizado: 30 de abr.

Por: Neusa Baptista Pinto

Assessoria

O Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso lançou nesta quarta-feira (13) uma petição online para angariar apoio à apresentação de uma representação criminal ao Ministério Público Estadual (MPE) contra o vereador Tenente Coronel Paccola (Republicanos) pelo crime de ameaça.


Nesta terça-feira (12) o partido protocolou solicitação junto à Comissão de Ética e Decoro da Câmara pedindo a cassação do mandato do parlamentar por quebra de decoro parlamentar diante dos pronunciamentos feitos por ele nas sessões ordinárias de 31 de março, quando afirmou que “vagabundo tem que morrer mesmo, ir para a vala”, e de 7 de abril, quando disse possuir e portar armas e munição suficientes para enfrentar “quinhentos petistas”.


A petição questiona o uso da tribuna da Câmara para o ataque aos direitos.


“[...] no exercício de direito de prerrogativa parlamentar no uso democrático da tribuna, verbalizou que “vagabundo tem que morrer mesmo, ir pra vala”, em completa violação à Declaração Universal dos Direitos”, diz o texto.


“[...] tais declarações [...] constituem a prática do crime de ameaça a toda comunidade política[...]", diz outro trecho da petição, que deverá ser protocolada, até a próxima segunda-feira.