top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

NOTA PÚBLICA

Vereadora Prof. Mazéh Silva e Coletivo de Mulheres Negras de Cáceres manifestam apoio à Vereadora Prof. Edna Sampaio


Toda vez que uma mulher preta chega ao poder vira alvo de ataques de todas as formas, seja pelo racismo, seja pelo machismo, a misoginia. No parlamento, a violência de gênero é uma rotina e eu mesma, Vereadora Prof. Mazéh Silva, me sinto extremamente atingida. Dito isso, quero manifestar, juntamente com todo o Coletivo de Mulheres Negras de Cáceres, o nosso profundo repúdio às inverdades difundidas contra minha irmã preta Vereadora Edna Sampaio, de Cuiabá, e que tem também tanta história e elo com Cáceres, onde morou e lecionou na nossa querida Unemat.


Mediante denúncia infundada, Edna não se escondeu e veio a público explicar com detalhes que jamais praticou a rachadinha em seu gabinete, isso é mais uma fake news de quem quer tirá-la do espaço de poder de qualquer jeito. A Verba Indenizatória da Vereadora e a Verba Indenizatória da Chefia de Gabinete são utilizadas exclusivamente com as despesas do mandato dela.


É uma falsa denúncia com claras intenções de atacar a honra de uma mulher preta que galgou espaços que as mulheres pretas nunca ocupavam antes. A sociedade precisa entender que sua presença neste espaço é pedagógica. Os machistas e misóginos não passarão e ela seguirá adiante abrindo caminho a exemplo daquelas que vieram antes de nós.


Tem um provérbio africano que diz: Ubuntu - Eu sou porque nós somos.


Então estamos todas juntas, ninguém solta a mão de ninguém, vai ter mulher preta no poder sim e somos fortes, aprendemos com a vida, com toda discriminação sofrida, a nos manter de pé, mesmo diante de tanta pancada, cabeça erguida, punhos cerrados. Dói, mas não vão nos abater.


Mulheres negras são como a água: extremamente fortes quando se juntam.


@ednasampaiooficial @maristhelagarcia @ptbrasil @pt13caceres @ptmatogrossooficial

@coletivodemulherescaceres

@anapaulapsb

@isabela1308


bottom of page