“Ministro se livrou de impostos dos quais o povo não se livra”, diz Edna


A vereadora Edna Sampaio (PT) comentou nesta terça (5) o escândalo envolvendo o ministro da economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos, cujos nomes apareceram em uma lista de 330 políticos e empresários de todo o mundo que têm recursos aplicados por meio de empresas estrangeiras para aplicação em países conhecidos como “paraísos fiscais” por cobrarem pouco ou nenhum imposto.


A lista é resultado de uma investigação feita por um consórcio internacional de jornalismo investigativo integrado, no Brasil, pelos veículos Poder 360, Metropoles, Revista Piauí e Agência Pública.


“O ministro e o presidente do BC se livram de impostos dos quais o povo não consegue se livrar, acumulando milhões de reais em moedas internacionais, enquanto no Brasil a política econômica é de desvalorização do câmbio, de valorização do dólar, fazendo com que estes paraísos fiscais fiquem ainda mais atrativos para os mais ricos”, disse ela.


“É lamentável o que tem acontecido neste país, mas tenho fé que o povo superará e viveremos dias melhores, com justiça social para todas e todos”, disse ela.