top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

"Luta feminista é legado de mulheres de esquerda", diz Edna


Durante sessão solene em homenagem às mulheres realizada pela Câmara Municipal de Cuiabá nesta quarta-feira (8), a vereadora Edna Sampaio (PT) destacou que a luta feminista é um legado das mulheres de esquerda em uma sociedade onde a ideologia de gênero foi construída contra as mulheres e as pessoas que se afirmam mulheres.







Ela salientou que, em um país que se notabiliza pela violência recorrente contra mulher, é preciso discutir o que é ser mulher e abordou sua própria trajetória, destacando a ausência das mulheres negras nos espaços de poder.




“É muito importante que não desvirtuemos essa data sem lembrar e refletir o que significou para as mulheres, e principalmente para as mulheres negras, que até pouco tempo não eram consideradas gente, chegar até aqui. E o que significa ainda para as mulheres negras conviver em um espaço absolutamente dominado por homens que podem até não serem brancos, mas se comportam com a hegemonia da branquitude, que tem a exclusividade do poder para oprimir e silenciar as mulheres negras”, disse ela.




“Tenho feito um trabalho nesta Casa, não apenas para apresentar leis, pois acredito que o problema da mulher tem a ver com a relação de gênero, um problema político, de poder e não apenas de assistência social. Políticas públicas são o resultado das relações de poder em uma sociedade ainda muito marcada pelo patriarcalismo e pela opressão às mulheres, que são o tempo todo silenciadas e cujo silenciamento está naturalizado”, disse ela.



No evento, as vereadoras Edna Sampaio, Michelly Alencar e Maysa Leão homenagearam mulheres de diversos segmentos sociais, entre lideranças comunitárias, de movimentos sociais e de categorias profissionais.



“Homenagear as servidoras da assistência social é muito importante porque é uma profissão maciçamente feminina que presta serviço a quem mais precisa e a grande maioria dos usuários dos serviços são mulheres. É muito importante receber esta homenagem dedicada as servidoras, que estiveram à frente da pandemia e que resistem à frente de sua categoria, mesmo com os salários tão defasados se dedicam a atender à população", disse Cristiane Lopes da Silva , liderança dos trabalhadores da assistência social, uma das homenageadas pela vereadora Edna Sampaio.




“Fazemos tanto pelo social envolvendo mulheres negras que são invisibilizadas, é importante quando uma Casa como a Câmara faz este reconhecimento pelo nosso trabalho. Isso mostra que estamos sendo vistas e a mulheres estão sendo visibilizadas e nosso trabalho é importante para fortalecer comunidades negras”, comentou a professora Joelma de Jesus Pereira, liderança do bairro Liberdade, em Cuiabá, também homenageada por Sampaio.



“Estar aqui hoje é valorizar o meu trabalho, como mulher preta que também contribui para a cultura que eu represento aqui e me sinto muito feliz por contribuir para a história, para o meu bairro, para a minha comunidade e por fazer também política no viés da cultura. Quero agradecer a Edna pela oportunidade de reconhecer em mim esse papel”, disse Cristina Zuita de França Dias Ferreira, líder do grupo cultural Flor de Atalaia, outra homenageada pela parlamentar.

Opmerkingen


bottom of page