top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Em Brasília, Edna discute combate à violência, incentivo à cultura e atenção aos migrantes





A vereadora Edna Sampaio (PT) apresentou balanço da agenda que cumpriu nesta sexta-feira (24) em Brasília, onde participará de reuniões com ministérios até o próximo dia 28.



No período matutino, a parlamentar protocolou junto ao Ministério de Promoção da Igualdade Racial e entregou à titular da pasta, Anielle Franco, um dossiê sobre as situações de violência política de gênero que vem sofrendo na capital, tema que a ministra se comprometeu a discutir a titular do Ministério das Mulheres, Cida Gonçalves.


Edna também apresentou a Anielle Franco o projeto da Semana da Consciência Negra, uma agenda cultural e educativa que é realizada pelo seu mandato desde 2021 na capital, e convidou a ministra a estar presente na programação, que acontecerá no mês de novembro.




Também discutiu a efetivação do Estatuto Municipal de Promoção e Igualdade Racial (lei nº 6.882/22), de autoria da parlamentar, cujo objetivo é garantir à população negra igualdade de oportunidades, defesa dos direitos e enfrentamento ao racismo, além de solicitar a ela apoio para a criação de um museu sobre a história do povo africano e afrodescendente em Cuiabá. Anielle Franco se comprometeu a discutir o tema junto ao Ministério da Cultura.


“Esse museu pode ser interativo e servir também como espaço para a formação de professores, contribuindo para a efetivação da lei 10.639/03, que estabelece a obrigatoriedade da inclusão do ensino da cultura africana e afro-brasileira no currículo escolar”, disse.



Migrantes



No período vespertino, a vereadora discutiu com o ouvidor do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), Bruno Renato Nascimento Teixeira, e com os representantes da Coordenação de Promoção dos Direitos das Pessoas Migrantes e Apátridas do MDH, sobre a política de instauração dos Centros de Referência em Direitos Humanos no país, inclusive na capital. Representando a Coordenação estavam Carlos Alberto Ricardo Júnior, Mariana Simone Floriano e Clarissa Teixeira Araújo do Carmo.

Acompanhada pelo presidente da Associação de Defesa dos Haitianos Imigrantes e Migrantes em Mato Grosso (ADHIMI-MT) e co-vereador do mandato, Clércius Monestine, ela discutiu também com as Diretorias de Migração do Ministério da Justiça e do Ministério dos Direitos Humanos sobre a situação dos migrantes haitianos que lutam para trazer seus familiares para o Brasil.


“O projeto de reunificação das famílias haitianas é uma demanda antiga desse povo, que temos discutido desde o início do nosso mandato. Foi muito boa a receptividade e houve um compromisso dos ministérios de se articularem para dar encaminhamento a essa demanda, que acontece em todo o país, onde há mais de duas mil ações que reivindicam a regularização da situação destas famílias”.



Comunicação


No final da tarde, a vereadora esteve na Secretaria de Comunicação da Presidência da República, que está sob o comando do secretário Paulo Pimenta, para conhecer as estratégias de divulgação das ações do governo federal nos municípios.


“Conversamos sobre como a Câmara e o nosso mandato poderão contribuir nisso e no fortalecimento da mídia alternativa e da democracia”, afirmou.






コメント


bottom of page