top of page
160ee6c0-457f-4996-9239-29b5d6455e6c.JPG

Edna visita casa de religião de matriz africana




A vereadora Edna Sampaio (PT) visitou, nesta terça-feira (21), no bairro Tijucal, o templo de religião de matriz africana N'zo Ia kisimbi, dirigido pela Mãe Kissiana Ndandalunda, a primeira mãe-de-santo trans de Mato Grosso.


Ela participou das atividades de celebração pelo Dia Internacional contra a Discriminação Racial e Dia Nacional das Tradições das Raízes de Matrizes Africanas e Nações do Candomblé, comemorado em 21 de março.


A data foi instituída pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em reconhecimento à importância das religiões afro para a formação da nação brasileira e para a identidade cultural e religiosa de uma grande parcela da população.


A vereadora participou de uma roda de conversas com as mulheres frequentadoras do espaço e destacou a importância de valorizar as raízes ancestrais da cultura negra.


Para Mãe Kissiana, a presença da vereadora em seu espaço de trabalho espiritual representa colabora para a união das religiões de matriz africana. "Precisamos da união, pois hoje cada um está no seu canto e quase não lembra mais desta data. Tenho só que agradecer à vereadora por este dia”, disse ela, falando também sobre o preconceito que sofre por ser mulher trans.



“Não dou muita importância ao que as pessoas falam, sou uma pessoa justa, gosto do correto e a fé remove montanhas. Não importa o que as pessoas julgam, mas sim o que eu faço. Sou digna, honesta e quero abraçar toda a comunidade do axé”, afirmou.


“Hoje, tivemos aqui nesta Casa tradicional a presença de uma mulher de fora, que trabalha com política, em um espaço extremamente masculino, sendo a única mulher preta neste espaço. Hoje, ela está presente conosco e é de extrema importância que essa mulher venha, conheça, para se apropriar de quem são estes povos tradicionais de matriz africana”, disse a mãe-de-santo Rosana Pereira, uma das responsáveis pela organização da visita.



“Achei maravilhoso. Quando cheguei aqui já consegui perceber a aura feminina impregnada neste lugar e a Kissiana irradia essa luz, essa ancestralidade. Fico muito feliz de estar aqui neste dia, que é simbólico para nós, que vivemos nesta luta contra a racismo, o preconceito e todas as formas de discriminação. Agradeço muito a acolhida”, disse a vereadora.



Comments


bottom of page