Edna defende vacinação de adolescentes

A vereadora Edna Sampaio (PT) comentou a decisão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que afirmou que irá aguardar orientação do governo federal para dar início à vacinação de adolescentes de 12 e 17 anos na capital.




Há alguns dias, o ministério suspendeu a vacinação contra o coronavírus para adolescentes sem comorbidades, que já havia começado em alguns estados.


“Considero isso um absurdo, pois as razões que levaram o ministério a interromper a vacinação dos adolescentes não têm nenhuma justificativa científica, plausível. As aulas estão retornando e, mais do que nunca, é importante a vacinação dos adolescentes para garantir sua segurança e a das famílias no retorno às aulas presenciais”, disse ela.

A parlamentar lembrou a publicação da decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), que reconheceu a autonomia e a competência dos entes federados (estados e municípios) para decidirem as melhores medidas para combater a pandemia.


“Isso porque temos um governo federal que, longe de pensar uma política de combate à pandemia, boicotou, sabotou todas as medidas relacionadas ao enfrentamento dessa doença terrível”, disse ela.


“Esperamos que o prefeito compreenda que essa decisão não pode ser unilateral, sem consultar especialistas, o conselho municipal de Saúde, os responsáveis pelo plano municipal de imunização e os especialistas do inteiro que estão apontando a importância da continuidade da vacinação", comentou.