“Comitê Jovem Lula lá, Edna Cá” fará lançamento oficial no dia 27


Edna defende renovação no partido


Por: Neusa Baptista Pinto

Assessoria


Integrantes do “Comitê Popular de Juventude Lula lá, Edna Cá”, lançado na última semana em apoio à candidatura da vereadora Edna Sampaio (PT) à Assembleia Legislativa e do ex-presidente Lula à presidência da República, realizam no próximo dia 27 de fevereiro um evento de lançamento presencial.


O ato contará com atrações culturais e tem o objetivo de fomentar a discussão sobre a importância da participação política do jovem.


O grupo é formado por mais de 70 jovens, parte deles pertencente aos movimentos estudantil, LGBTQIA +, negro e outros. Na semana passada, eles lançaram um vídeo de apoio à candidatura da petista e um perfil no Instagram (@movimentolulaeedna). Confira o vídeo no link: https://bit.ly/34Jrs0f ).


Está sendo discutida uma agenda de mobilização que, em grande parte, será feita por meio das redes sociais, mas que também inclui atividades presenciais, para falar “cara a cara” com os jovens sobre política.

Identificação

A iniciativa surgiu de maneira espontânea, a partir da identificação com as pautas defendidas pela parlamentar e do contato que tiveram com ela durante sua participação em atos públicos em defesa de pautas que tocam a juventude, ao longo de 2021.

Além da identidade com as pautas, o perfil militante da parlamentar nas ruas também é apontado como um diferencial.





“Quando os jovens lutavam para implantar a Câmara Setorial e o Conselho Estadual LGBTQIA+ em Mato Grosso foi um momento em que a presença da Edna na AL, fazendo essa defesa, frente a deputados com falas extremamente homofóbicas, machistas, nos mostrou que teremos mais espaço, os jovens vão conseguir se encontrar mais na política”, opina a líder estudantil, Giovanna Bezerra.


Para ela, a juventude ainda é muito excluída do processo político. “Acho extremamente importante eu, como mulher preta, estar junto. Temos que lutar para ter mulheres como a gente no poder”.


O grupo tem atraído também o interesse de jovens não filiados a partidos ou a movimentos sociais, como é o caso do produtor Pablo Raul de Souza Prado, de 21 anos, que passou a fazer parte do grupo depois de ser convidado por um amigo que integra a equipe do mandato.



“Estou aqui para adquirir mais conhecimento, politização nunca é demais. Edna representa um movimento, representa a nós, a você, a todo mundo, ela consegue carregar esta bandeira, mas não sozinha e sim com seus apoiadores”, disse.


“Não nos consideramos um coletivo, mas um movimento de jovens progressistas. Sempre me interessei pelas causas sociais. Faltam espaços políticos para os jovens”, disse o estudante Pedro Lício Souza Lima, de 24 anos, que conheceu movimento através das redes sociais.


“O que este comitê está construindo é mais que uma campanha, é um espaço cultural, educacional e político para os jovens, que sempre quiseram debater políticas públicas de um forma mais leve, mas nunca perdendo o foco de agregar conhecimento”.

Edna Sampaio destacou a necessidade de renovação e de fomentar novas lideranças no partido.

“Isso é muito relevante para nós, que temos preocupação em fazer a transição geracional dentro do PT, um partido que tem 42 anos, já é um ‘senhor de meia idade’ e precisa trazer essa juventude para assumir o protagonismo”, disse ela.

“Nosso mandato tem procurado fazer isso de uma forma muito consistente. Fico feliz com essa juventude, que não tem medo de ir à luta, arregaçar as mangas e se posicionar”.